PORTO VELHO – O Corpo de Bombeiro da capital recebeu um chamado nada convencional no fim de semana. O chamado inusitado era do edifício-sede do Tribunal de Justiça de Rondônia e informava que um macaco foi encontrado nos corredores do primeiro andar do prédio. O bicho chegou a ser alimentado por servidores, antes de chamarem os bombeiros para a captura.

Para não estressar o animal foi utilizada uma rede. Em seguida, o macaco foi colocado em um recipiente de transporte, no qual ele ficou menos agitado. O macaco foi levado para o Batalhão da Polícia Ambiental, onde passou por uma triagem para verificar o estado de saúde. O destino final será em seu habitat, a exemplo de outros animais capturados em ambientes urbanos de Porto Velho.

Animais silvestres, de acordo com a legislação, devem permanecer em seu ambiente de origem, sendo proibida a criação em cativeiro, com exceção dos autorizados pelos órgãos de fiscalização.