RONDÔNIA – As recentes ações do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), na região rural do distrito de Pacarana, município de Espigão do Oeste, interior de Rondônia, foram duramente criticadas pelo deputado Anderson Pereira (Pros), na sessão ordinária desta quarta-feira (14), na Assembleia Legislativa do Estado.

Deputado Anderson critica ações “abusivas” do Ibama durante operações no distrito do Pacarana. Foto: José Hilde/Decom/ALE-RO

Segundo o parlamentar, produtores rurais afirmam que servidores federais agem de forma abusiva, humilhando e agredindo trabalhadores, provocando ainda destruição e danos de materiais e equipamentos dos produtores.

O deputado quer que a bancada federal e governo do Estado tomem uma medida para evitar “que esses danos voltem a ocorrer”. Segundo ele, em nota da assessoria da ALE, os casos denunciados vão de queima de veículos, tratores, maquinas a até severas torturas, “como a de um homem que foi colocado em um formigueiro como forma de punição”.

Os moradores, de acordo com o parlamentar, convivem com a ineficiência do Estado, pois não têm infraestrutura adequada, a saúde apresenta serias precariedades e a segurança está muito aquém do que deveria, com posto policial abandonado e crescimento no índice de criminalidade.

Anderson prometeu ir à região, fiscalizar toda a área e ouvir os produtores que sofreram com as ações truculentas dos servidores federais. O deputado quer que o Governo não apoie “esse tipo de ação” e que destine a Polícia Militar para acompanhar o caso.