Vítimas de acidente   sem veículos podem ter adquirido outros direitos!

É comum quando uma pessoa que sofre um acidente de trânsito, ou algum familiar, ouça comentários do tipo: “você tem direito de acionar o DPVAT! – eu conheço uma pessoa que faz isso pra você”!

As vezes pessoas que se dizem consultoras, corretoras, assessoras do DPVAT, e tantos outros títulos variados, procuram as vítimas do acidente no hospital e fazem dessas pessoas, vítimas do engano, da má informação, da má orientação, da má prestação de serviços etc… oferecem suas assessorias para resolver o problema do acidentado, mas não o fazem de forma ampla e completa.

Quem falou que acidentados e familiares dos acidentados tem direito de receber apenas o DPVAT? – Há tantos outros direitos que podem ter sido adquiridos com o acidente, mas muitas vezes a má orientação, impedem essas pessoas de receberem a totalidade dos seus direitos, uma vez que já se encontram em um momento tão difícil devido ao acidente inesperado, a situação torna-se ainda pior!

Existem outros DIREITOS envolvidos quando da ocorrência de um acidente. Vamos a alguns exemplos: * seguro de terceiro, seguro APP, seguro de vida, Seguro empresarial etc…, existem direitos relacionados a previdência social perante o (INSS), ex.: aposentadoria, auxílio doença, auxílio acidente, etc…, pode ter ainda direitos trabalhistas, ex.: estabilidade após o retorno às atividades laborais, indenização por dano moral e material, etc…, ou ainda direitos de isenções de tributos, exemplos: compra de veículos com isenção dos impostos, o não pagamento de IPVA, ainda poderá ter benefícios em não pagar transportes coletivos etc…. Esses, são apenas alguns dos inúmeros exemplos de direitos que podem ter sido adquiridos pelas vitimas e beneficiários dos acidentados, eu poderia citar muitos outros.

Porém, pela má informação e orientação, essas vítimas, ficam sem conhecer e consequentemente sem receber os seus direitos, isso mesmo! SEUS DIREITOS! – Uma das frases mais verdadeiras que existe dentro do ramo do DIREITO é: “O DIREITO NÃO SOCORRE QUEM DORME”! Não existe direito eterno, todos prescrevem com o tempo! Portanto, na dúvida, não fique esperando, busque orientação com profissionais qualificados.

Agora que você está sabendo destas possibilidades, se oriente!

Espero que esta breve e singela NOTÍCIA tenha lhe ajudado de alguma forma e aberto os teus olhos para essas possibilidades de direitos!