VILHENA – Um grupo de acadêmicos do curso de Engenharia Ambiental da Unesc visitou, no último dia 21, as instalações do aterro sanitário da empresa MFM soluções, localizado na área rural de Vilhena.

O objetivo da visita, segundo a professora Juliana de Fátima Vizu, foi proporcionar aos alunos um contato real com as etapas do tratamento de resíduos sólidos gerados no município e que são processados pela empresa.

Os alunos puderam observar como funciona a estação de tratamento do chorume, materia final oriunda da célula de degradação dos produtos coletados. Também foi possível conhecer o sistema de triagem, destinação dos resíduos e manejo das células.

De acordo com as professoras Juliana e Calina Dias Barros, que acompanharam os alunos, a visita faz parte da grade extra curricular das disciplinas de Gestão de Resíduos Sólidos e Tratamento de Águas Residuais.

O trabalho de coleta seletiva no município de Vilhena tem se tornado eficiente e a finalização do lixo pela empresa atende as exigências da lei federal n° 12.305, de 2010 que determinou que todos os municípios do País dessem um fim nos lixões a céu aberto e implantassem aterros sanitários.

O prazo de quatro anos concedidos pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) através desta lei, encerrou no dia 02 de agosto de 2014 e as penalidades para os municípios que descumprirem a lei, podem ser severas.